خرید قالب وردپرس قالب وردپرس افزونه وردپرس

Tribo Skate Edição de Aniversário 26 Anos!
21/09/2017
Suburbia!
02/11/2017
Exibir tudo

Entrevista Luciano Kid para SDA

Foto: Petronio Vilela

Ele foi o primeiro campeão brasileiro de Street profissional. Seguindo nossa sequência de entrevistas com grandes nomes do skate, conversamos com o Luciano Kid, da saudosa H.Prol. Confira!

 

Como foi o início no skate?

Vi de tudo, andei em todo terreno. Até começar a praticar em pistas famosas como as extintas Wave Park e Franete, vendo caras como Kao Tai, Jun e Bruno, o skate para mim começou a ter muito sentido. Numa época que não tínhamos toda esta tecnologia nas mãos, pouca informação e pouco acesso a material, fizemos exatamente o que os americanos fizeram…  DESCOBRIMOS O NOSSO SKATE DENTRO DE NOSSOS CORAÇÕES.

Foto: Petronio Vilela

 

Era meta se tornar um profissional?

Sim. Aos 18 anos falei para mim mesmo: “Serei Pro e serei campeão brasileiro”.
Consegui graças à Deus.

Qual a sensação de ter sido o primeiro brasileiro a acertar o 540º?

De dever cumprido. Era algo que devia para mim mesmo, numa época onde muitos achavam que só os gringos conseguiriam acertar.

Foto: Petronio Vilela

 

Você é conhecido por fazer parte da saudosa equipe da H.Prol. Como foi fazer parte disso?

Foi como a Bones Brigade da Powell nos EUA, só que foi aqui. H.Prol, o mesmo sonho dentro de nossas realidades, foi um prazer inigualável.

Ainda tem contato com os skatistas da equipe?

Sim.

Foto: Petronio Vilela

 

Como foi organizar o histórico 1º campeonato de Street skate em Santos, em 1986?

Fui o campeão do evento, não o organizei. Fui o 1 campeão brasileiro de Street profissional.

Você foi campeão no Street, Freestyle, Vert e Banks. Continua a ser um skatista Overall até hoje?

Sim. Está na base adquirida com o tempo do skateboard.

Você foi o primeiro Pro do Vert a ter model assinado? Como foi?

Foi em 1985, uma grande iniciativa por parte da H.Prol, que acabou se tornando um ícone da história do skate brazuca, um verdadeiro clássico, daqueles que mereciam ter um relançamento.

    

 

Agora completando 40 anos de skate, qual a diferença do skate quando você começou e agora?

A diferença está na técnica e o fato de muito raro alguém ser overall, pois skaters overall não se encaixam no atual formato de competições. Até misturam um pouquinho, mas a real é, dedicar-se à uma modalidade escolhida e colher os frutos.

 

E aí Kid, todos querem saber, vai ter relançamento do seu Promodel?

Tô esperando a boa vontade de uma boa marca para fazermos isto. Aliás, Luciano Kid já é em grande parte a história do skate brasileiro viva. E ainda dá um bom caldo (risos).

Foto: Petronio Vilela

 

Deixe um recado para a galera do S.D.A!

NUNCA, MAS NUNCA MESMO andem de skate por dinheiro. Dinheiro é consequência de um trabalho bem feito e reconhecimento. Pelo menos deveria ser assim. Comigo ainda não foi, mas como disse acima: ANDEI E ANDO DE SKATEBOARD POR AMOR ♡

 

A Nosso Deus, que me deu esta oportunidade e benção. Às minhas falecidas, mãe Cecília e avó Rosa, que muito me incentivaram no skate. A H.Prol Skates e à todos companheiros, fãs e pessoas que de algum modo torceram por este cara simples que só quer ser feliz. Obrigado!

1 Comentário

  1. Kid disse:

    Obrigado aos amigos.. pela oportunidade de contar um pouco mais de minha história..

    Luciano kid

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as atualizações no seu e-mail!
Assine abaixo e fique sempre por dentro das novidades.